NOVO PRAZO – SUBMISSÃO RESUMOS ALARGADOS

Novo_Prazo_Resumos_13Conf
Conferência Anual Eventos

NOVO PRAZO – SUBMISSÃO RESUMOS ALARGADOS

A submissão de resumos alargados para a 13.ª Conferência FORGES foi prorrogada até o dia 19 de setembro. Este novo prazo oferece uma oportunidade adicional a quem queira contribuir com sua pesquisa e participar ativamente neste importante evento acadêmico.

A 13.ª Conferência FORGES é resultado de uma colaboração entre a Associação FORGES e a Universidade Católica Portuguesa. O tema central deste encontro é “As Instituições de Ensino Superior e os Grandes Desafios da Humanidade no Espaço da Língua Portuguesa: Estratégias para uma Gestão Orientada pelos ODS” e ocorrerá entre os dias 22 e 24 de novembro de 2023. A conferência oferece a oportunidade de discutir e explorar soluções para os desafios globais dentro do contexto da língua portuguesa.

A participação na conferência pode ser realizada de duas maneiras: presencialmente, em Lisboa, Portugal, ou de forma remota, proporcionando flexibilidade aos participantes de diferentes partes do mundo. Esperamos contar com a presença de pesquisadores e instituições de ensino superior de países como Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, e Timor.

Para submeter um resumo alargado ou obter informações mais detalhadas sobre o processo de submissão, visite a página do website da 13.ª Conferência FORGES.

Para mais informações, consulte a página da 13.ª Conferência FORGES.

Ficamos ansiosos para sua participação e contribuição na 13.ª Conferência FORGES. Para atualizações e informações adicionais, visite a página oficial do evento. Junte-se a nós neste importante encontro acadêmico e colabore para soluções inovadoras orientadas pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Leave your thought here

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nobre
dos Santos

NOTA CURRICULAR

Doutorado em Linguística/Discurso pelo Departamento de Línguas e Culturas da Universidade de Aveiro (Portugal), Mestre em Educação/Currículo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Brasil), Pós-graduado em ensino do Português, Língua Estrangeira pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (Portugal) e licenciado em Ensino de Português pela Universidade Pedagógica (Maputo – Moçambique).

 

Foi docente do ensino primário, secundário, médio e desde 2000 que é docente universitário, atualmente, na Universidade Pedagógica (Maputo).

Orientou vários cursos de formação contínua de professores do ensino básico, secundário e universitário, em Moçambique.

 

Foi responsável pela revisão linguística dos manuais do ensino básico e participou na elaboração dos atuais programas de português do Ensino Secundário Geral, em Moçambique.

 

É Secretário da Assembleia Geral da FORGES e um dos coordenadores do Eixo Qualidade no Ensino Superior da Academia FORGES.

 

É ainda consultor da UNESCO para a revisão do Currículo do 1.º Ciclo do Ensino Secundário em Moçambique e Administrador do Distrito de Caia, Província de Sofala, Moçambique.

Luísa
Cerdeira

NOTA CURRICULAR

Doutora em Ciências da Educação pela Universidade de Lisboa, Professora Auxiliar do Instituto de Educação (IE) da Universidade de Lisboa, desde 2010, e Membro do Grupo de Investigação da Unidade de Investigação e Desenvolvimento em Educação e Formação, tem como principais focos de interesse as Políticas de Ensino superior, Financiamento de Educação e Ensino Superior Gestão do Ensino Superior.

Membro do Conselho de Gestão do IE e Coordenadora do Grupo de Missão de Internacionalização do IE. Pró-Reitora da Universidade de Lisboa (2010-2013); Chefe de Gabinete do Reitor da Universidade de Lisboa (2010); Administradora da Universidade de Lisboa (2000-2010); Diretora dos Recursos Humanos, Físicos e Financeiros da Direcção Geral do Ensino Superior (1990-2000); Coordenadora Executiva do PRODEP II para o Ensino Superior (fundos da União Europeia; 1994-2000). Presidente da FORGES (2011-2018). Presidente da Assembleia Geral da FORGES (2018-2024).

Consultora Externa do Banco Mundial, no estudo de Avaliação do Sistema de Ensino Superior em Cabo Verde (2010-2012).

Possui diversos artigos científicos, publicados em livros e revistas portugueses e estrangeiros, na área das Políticas de Gestão e Financiamento do Ensino Superior. 

Arnaldo
Brito

NOTA CURRICULAR

Docente e investigador na Universidade de Cabo Verde, doutorado e mestrado em Educação, na especialidade de política e administração educacional.

 

Desempenhou funções de Assessor do Ministro do Ensino Superior, de Diretor-Geral do Ensino Superior, sendo licenciado em História e detentor do Curso de Magistério Primário.

 

Exerceu funções de diretor de escolas, tanto no ensino básico como secundário, passando pelo centro de formação profissional. 

Sandra
Brito

NOTA CURRICULAR

Professora Auxiliar na Universidade Eduardo Mondlane, é licenciada em Geografia pela Martin Luther Universitat, Halle-Wittemberg, na Alemanha, doutorada em Engenharia de Produção – Avaliação da Qualidade do Ensino Superior, na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC-Brasil e mestre em Administração Universitária, igualmente na UFSC-Brasil.

Está envolvida no desenvolvimento de cooperação e relações internacionais no Instituto Superior de Ciências e Tecnologia de Moçambique e na investigação aplicada ao desenvolvimento da qualidade no Ensino Superior.

É membro do Conselho Fiscal da FORGES.

Alfredo
Buza

NOTA CURRICULAR

Professor Catedrático, é Reitor da Universidade de Luanda.

Foi docente e membro da Comissão Científica dos Mestrados em Administração Educacional e Pedagogia do Ensino Superior no ISCED – Luanda e possui formação multidisciplinar nas áreas de ciências agrárias, direito, teologia e educação. Pós-doutorando em Educação na Universidade Federal do Rio de Janeiro (Brasil).

Foi Vice-Decano no Instituto Superior de Ciências da Educação em Cabinda; Vice-Reitor na Universidade Onze de Novembro e Diretor Nacional em três áreas distintas (Formação Avançada, Inspeção e Recursos Humanos) nos departamentos Ministeriais que tutelam o Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação em Angola.

É autor e coautor de vários artigos e livros e preletor em eventos nacionais e internacionais.

Preside o Conselho Fiscal da FORGES.

Lourdes
Machado

NOTA CURRICULAR

Licenciada em Economia pela Universidade do Porto (Portugal), pós-graduada em Administração e doutorada em Administração de Empresas, ambas licenciadas pela Universidade do Minho (Portugal).

É Investigadora Associada Sénior do Centro de Investigação em Políticas do Ensino Superior (CIPES) e as suas áreas de investigação incluem Gestão, Liderança, Estratégias, Políticas do Ensino Superior e Estudos de Género.

Tem coordenado e contribuído para projetos de investigação multidisciplinares e multi-institucionais financiados, nomeadamente, pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), Fundação Gulbenkian (Portugal), Capes (Brasil) e Comissão Europeia.

Recebeu bolsas de investigação da Fundação Gulbenkian e Fulbright (EUA).

É autora e coautora de 12 livros, editora de três livros, autora de 33 capítulos de livros e 65 artigos publicados em periódicos europeus, asiáticos e americanos.

joaquim mourato

NOTA CURRICULAR

Doutorado em Ciências Económicas e Empresariais pela Universidad de Extremadura (Espanha), Pós-doutorado e Pós-graduado em Gestão Estratégica de Instituições de Ensino Superior, pelo Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) do ISCTE-IUL e pela Universitat Politécnica de Cataluña (Barcelona), respetivamente, é Diretor-Geral do Ensino Superior (Portugal) desde outubro de 2022.

É professor coordenador na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IP Portalegre, conselheiro do Conselho Nacional de Educação, avaliador da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES), investigador integrado do VALORIZA-IPP, investigador colaborador do CIES, do ISCTE-IUL, investigador visitante do CHEPS – University of Twente, É também Membro da Direção da FORGES e do Comité da European Quality Assurance Forum (EQAF).

Os seus interesses de investigação são o desenvolvimento regional, a gestão da performance organizacional e a gestão de Instituições de Ensino Superior.

Conceição Mendes

NOTA CURRICULAR

Maria da Conceição Barbosa Rodrigues Mendes, Professora Catedrática do Instituto Superior de Ciências da Educação de Benguela. Doutorada em Administração e Organização Educacional, pelo Instituto de Educação, Universidade do Minho. Mestre em Desenvolvimento Curricular, pelo Instituto de Superior de Educação da Educação da Huíla, Universidade Agostinho Neto.

Investiga na área educacional, focalizando a avaliação, as políticas e as práticas de gestão no ensino superior.

Autora e coautora de diversas publicações, entre comunicações, artigos, livros e capítulos de livros.

Membro de Associações Académicas e Científicas: Fórum Português de Administração Educacional (desde 2009); Fórum da Gestão do Ensino Superior nos Países e Regiões de Língua Portuguesa (desde 2011); Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa (Membro-Fundador, desde 2011); Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação (desde 2015) e Associação Portuguesa para a Qualidade (desde 2017).

olímpio castilho

NOTA CURRICULAR

Doutorando em Direito na Faculdade de Ciências Jurídicas e do Trabalho da Universidade de Vigo.

Foi Presidente do Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Instituto Politécnico do Porto entre 2010 e 2018. Pertence ao corpo docente desta Escola, sendo Professor Adjunto da área científica de Direito.

Detém o título de Especialista em Direito atribuído pelos Institutos Politécnicos do Porto e de Portalegre e pela Universidade de Aveiro. Possui o Diploma de Estudos Avançados (DEA), da Faculdade de Ciências Jurídicas e do Trabalho da Universidade de Vigo; é Mestre em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e licenciado em Direito pela Universidade Católica Portuguesa.

Desde 1992 que exerceu vários cargos de gestão no Instituto Politécnico do Porto, tendo feito parte de diversos grupos de trabalho, comissões científicas de conferências, para além de ser autor de diversas publicações.

SÔnia fonseca

NOTA CURRICULAR

Doutora em Educação: Currículo, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), Pós-Doutorada na Universidad Autónoma de Madrid – Facultad de Educación, Mestre em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas – SP, graduada em Administração pela Faculdade de Administração de Empresas do Estado de São Paulo.

Professora titular na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), no Departamento de Ciências Administrativas e Contábeis, na disciplina de Gestão Estratégica e Professora da disciplina de Organização e Gestão Escolar no Mestrado de Educação da UESC.

Experiência de mais de 20 anos na área de Gestão de Instituições de Ensino Superior. Líder do Grupo de Pesquisa em Gestão Escolar (GPEGP) registado no CNPq.

Os seus interesses de investigação são nas áreas: Gestão Estratégica; Gestão de Instituição de Ensino. Universidade e a Cultura Empreendedora e Organizações da Aprendizagem. 

MARGARIDA MANO

NOTA CURRICULAR

Doutorada em Gestão pela Universidade de Southampton (Reino Unido), mestre e licenciada em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, é atualmente Vice-Reitora para a Qualidade, Inovação e Desenvolvimento da Universidade Católica Portuguesa.

Foi Ministra da Educação e da Ciência no XX Governo da República (2015) e Deputada na Assembleia da República Portuguesa, na XIII Legislatura (2015-2019).

Na Universidade de Coimbra foi Vice-Reitora (2011-2015), com competências relativas ao planeamento estratégico, assuntos financeiros, avaliação institucional e ação social, Pró-Reitora (2009-2011), Administradora (1996-2009) e docente na Faculdade de Economia, nas áreas de economia (políticas económicas) e de gestão estratégica, avaliação institucional e gestão da qualidade.

É membro fundador da RAUI (Rede dos Administradores Universitários Ibero-Americanos), da HUMANE (Heads of University Management and Administrators Network in Europe) e da FORGES (Associação Fórum da Gestão do Ensino Superior nos Países e Regiões de Língua Portuguesa), sendo, desde 2020, Presidente da Direção da FORGES.

É autora de várias publicações (livros e artigos) no âmbito da educação (ensino superior) e da governação.

É ainda Vogal da Direção da associação “Transparência e Integridade, Associação Cívica, Portugal” (TI-PT) e, desde janeiro de 2022, Vogal da Direção da Ordem dos Economistas.